buscar
Search Loading Spinner
Gramáticainfo
arrow_drop_up Nesta área você encontrará todos os tópicos que compõem a gramática do inglês, do mais básico até o mais avançado. Aqui você pode aprofundar cada aspecto que compõe esta língua, tudo de forma simples e detalhada.
- Ortografia
arrow_drop_up
close
Nesta área você encontrará todos os tópicos que compõem a gramática do inglês, do mais básico até o mais avançado. Aqui você pode aprofundar cada aspecto que compõe esta língua, tudo de forma simples e detalhada.

Run-On Sentences

Quando estamos falando, fazemos pausas entre as frases para indicar o final de cada uma. Mas quando escrevemos, os pontos são essas pausas, que também pode ser um ponto de interrogação ou um ponto de exclamação.

Em inglês, quando duas orações são seguidas uma pela outra sem nenhum sinal de pontuação, são chamadas de run-on sentence e são geralmente consideradas como um erro. Este tipo de sentença é um problema porque torna muito difícil saber onde uma ideia termina e a outra começa.

Escrever sem sinais de pontuação é como quando alguém fala muito rápido e é muito difícil entender o que eles estão dizendo. Por exemplo:

  • Yesterday my head was hurting boy here tried to put some ice on it I told him ice doesn't help heads he always thinks he knows better.
    Ontem minha cabeça estava doendo aqui o menino tentou colocar gelo nela eu disse a ele que o gelo não ajuda com dores de cabeças ele sempre acha que sabe mais.

Você entendeu alguma coisa? Se não, não se preocupe. Nós também não.

No exemplo anterior, há quatro sentenças, mas, como elas não têm sinais de pontuação que as separam, parece uma frase única.

Para resolver isso, devemos encontrar o final de cada uma das frases e pontua-las.

Uma maneira de fazer isso é ler a oração em voz alta e colocar pontos onde fazemos uma pausa. Em seguida, olhe onde cada ponto é colocado e pergunte a si mesmo: esta frase está completa? Verifique se todas as frases fazem sentido e se não há palavras sobrando.

Se corrigirmos o exemplo anterior, seria algo como:

  • Yesterday my head was hurting. Boy here tried to put some ice on it. I told him ice doesn't help headaches. He always thinks he knows better.
    Ontem minha cabeça doeu. Aqui, o menino tentou colocar gelo nela. Eu disse a ele que o gelo não ajuda com dores de cabeça. Ele sempre acha que sabe mais.

Se duas orações completas estiverem ligadas por uma vírgula:

Na forma escrita, as vírgulas são como pequenas pausas que fazemos para respirar enquanto falamos, mas elas não indicam o fim da oração. Se duas orações completas forem separadas por uma vírgula em vez de um ponto, ela também será considerada uma ru-on-sentence. Vejamos um exemplo:

  • Fruit in that store is usually rotten, you really shouldn't shop there.
    A fruta nessa loja geralmente está estragada, você realmente não deveria comprar lá.

Ambas as orações no exemplo anterior são frases completas, portanto devem ser separadas por um ponto, como este:

  • Fruit in that store is usually rotten. You really shouldn't shop there.
    A fruta nessa loja geralmente está estragada. Você realmente não deveria comprar lá.

Mas devemos ter cuidado para não confundir esse tipo de run-on sentence com orações onde as vírgulas são usadas corretamente, como esta:

  • Before you buy fruit from that store, you should check it for mold.
    Antes de comprar frutas nessa loja, você deve verificar se não tem mofo.

Neste exemplo, you should check it for mold é uma frase completa, mas before you buy fruit from that store é um fragmento, então não há problema em conectar essas frases com uma vírgula.

Quando as orações são muito longas:

Às vezes, as oração possuem a pontuação adequada, mas são muito longas para serem lidas facilmente e não comunicam a mensagem corretamente. Por isso, elas também são consideradas run-on sentence. Por exemplo:

  • If I seen a little crazy, angry, and grouchy right now, it is, I think, because Emily, my coworker, who sits at the next cash register, keeps singing that song from the cartoon where the chicken keeps exploding, and the little boy tries to make the chicken angry, and I think I'm going to explode if I hear that song one more time.
    Se eu estou um pouco louco, irritado, e rabugento agora, é, penso eu, porque Emily, a minha colega de trabalho, que se senta na próxima caixa registadora, continua cantando aquela canção do desenho animado onde o frango continua explodindo, e o pequeno menino tenta deixar a galinha com raiva, e acho que vou explodir se ouvir mais uma vez.

Neste caso, podemos resolver isso separando a frase em várias orações completas. Também podemos remover os detalhes que confundem o significado da oração. Neste exemplo, a informação da outra caixa que está cantando é importante porque sem este detalhe não se pode entender porque o autor está com raiva. Mas não precisamos de todos os detalhes sobre o programa animado.

Uma versão melhor deste texto pode ser:

  • If I seem a little grouchy right now, it is because Emily, my coworker, keeps singing that song from the cartoon with the exploding chicken. I think I'm going to explode if I hear that song one more time.
    Se eu pareço um pouco rabugenta agora, é porque Emily, minha colega de trabalho, continua cantando aquela música do desenho animado com a galinha explodindo. Eu acho que vou explodir se ouvir mais uma vez.